Dans la musique française todo mundo se entende

The finest music made in France

“What The France” é a marca de recomendação do CNM (Centre national de la musique / Centro nacional de música), criada para destacar a diversidade da música produzida na França. Através de um site de notícias, playlists e eventos, What The France apresenta as últimas novidades da produção musical francesa.

Sucessos Franceses no Mundo

Os maiores sucessos “made in France” que estão no topo das paradas em todo o mundo.

Confira em outras plataformas

What The France The finest music made in France !

  • Le Commandant Couche-Tôt | “Une Histoire d’Amour Brésilienne”, disponível a 7 de Janeiro de 2022 !
    by Stagiaire 1 Berlin on 23/10/2021 at 08:00

    Um cocktail cheio de sol da soul, disco e acid jazz estará no menu do segundo capítulo distópico do Commandant Couche-Tôt. Une Histoire d'Amour Brésilienne será lançado a 7 de Janeiro pela BMM Records nas versões digital, vinil e cassete. https://youtu.be/brvHnb_1SX4 "L'été indien", primeiro single do próximo álbum Depois de explorar as misteriosas ilhas polinésias no seu primeiro EP, Le Commandant Couche-Tôt e a sua magnífica orquestra de teclado (2020), encontramos Le Commandant numa distopia tropical no meio da Amazónia, escapando a zangões e a incêndios num hovercraft. Esta visão tem sido largamente influenciada pelas questões ambientais de 2020 e 2021, e ilustra um sentimento de ansiedade em relação ao futuro. A banda sonora, por outro lado, é a antítese da ilustração com composições space disco, funk e soul otimistas. Para este fim, Le Commandant rodeou-se mais uma vez de uma equipa de groovers e lendários músicos de acid jazz: o famoso cantor britânico neo-soul Omar, o baterista Nick Van Gelder (Jamiroquai), o baixista brasileiro Alex Malheiros (Azymuth), a cantora Youka Manuka e Quentin Thomas (NCY Milky Band), Tim Sensbach, Sebastian Gieck e Christoph Holzhauser. https://youtu.be/dGkSG14tH2k?list=OLAK5uy_nTRb1TVYHv-ajBKBxkmcXYIIfzCqW2Tzw "Le Chevalier du zodiac" uma das 6 faixas do primeiro EP A qualidade vocal e instrumental deste EP tem atraído produtores de house, electro e hip-hop que participaram na remixagem. No lado B encontramos Max Graef (Ninja Tune/Tax Free Records), Souleance (Musique Large), Paul Cut (D.KO Records/Popcorn Records), a dupla holandesa Fouk (Heist Recordings), mas também artistas BMM Records como FLUPKE e Dapdown, o grupo de beatmaker russo LTF. [wtfplaylist id="22978"] The post Le Commandant Couche-Tôt | “Une Histoire d’Amour Brésilienne”, disponível a 7 de Janeiro de 2022 ! appeared first on What The France.

  • Georges Brassens | Uma playlist para o centenário do seu nascimento !
    by Marie-Sophie Administrateur on 22/10/2021 at 08:00

    Este Outubro de 2021 marca o centenário do nascimento do falecido Georges Brassens (22/10/1921 - 29/10/1981), um cantor-compositor e guitarrista francês de génio cujo trabalho tem sido ouvido em todo o mundo. Com cerca de vinte milhões de discos vendidos durante a sua vida, deixou para trás um catálogo impressionante de canções que deixaram uma impressão duradoura na sua época e continuam hoje a cativar a um vasto público. A sua liberdade de expressão, a sua impertinência e o seu talento como poeta inspiraram muitos artistas no seu país natal, mas também muito para além das nossas fronteiras. O património musical de Brassens será assim revisitado por pilares franceses como Barbara, Patachou, Mouloudji, Les Frères Jacques, Juliette Gréco, Maxime Le Forestier, Françoise Hardy, Hugues Auffray, Anne Sylvestre, Claude Nougaro ou Renaud, mas também por talentos de mundos muito diferentes tais como Danyel Waro, Sanseverino, Noir Désir, Les Ogres de Barback, Sinsémilia, Eyo'Nlé Brass Band, Mustang ou Pat Kalla & Patchworks. Em Setembro passado, foi a vez de Matthieu Chedid, mais conhecido como -M-, de entregar a sua própria versão do clássico "Les copains d'abord", retirado da banda sonora do filme "Les trésors du Petit Nicolas". Embora artistas internacionais como Nina Simone e Iggy Pop tenham optado por cobrir o seu trabalho em francês, o alcance universal da mensagem do gigante Sétois permitirá também que vários dos seus textos quebrem a barreira linguística. Há versões das suas canções em italiano (Fabrizio De André), hebraico (Yael Naïm), espanhol (Paco Ibañez ou Loquillo), alemão (Franz Josef Degenhardt), inglês (Jake Thackray), Graeme Allwright ou os jamaicanos de Uhuru Negro), em finlandês (Tuula Amberla), em polaco (Justyna Bacz), em sueco (Thorstein Bergman), mas também em japonês, em grego, em russo, em português, em holandês e em checo, ou ainda mais inesperadamente : Catalão, Kabyle, Córsego e Occitano Através da nossa playlist "Georges Brassens Around The World", What The France convida-o a (re)descobrir uma selecção das suas maiores canções adaptadas por artistas franceses e internacionais. [wtfplaylist id="33841"] The post Georges Brassens | Uma playlist para o centenário do seu nascimento ! appeared first on What The France.

  • China IMX l Os artistas “made in France” online.
    by Marie-Sophie Administrateur on 21/10/2021 at 08:00

    International Music Expo (IMX) é uma plataforma para a descoberta. Uma exposição comercial e cultural global para profissionais, criadores e consumidores das indústrias criativas e tecnológicas. Ao ligar indústrias nacionais e internacionais, a IMX espera abrir novos caminhos para que as indústrias globais da música e da tecnologia cresçam e inovem. Para a sua segunda edição, What The France, em parceria com o Institut Français, apresenta um showcase de uma hora, que terá lugar a 24 de Outubro, das 19h às 20h (França), nos DSPs internacionais e na nossa página Facebook.. Participantes George Ka KIZ Lean Chihiro James Baker The Rodeo Antoine Chambe [wtfplaylist id="22976"] The post China IMX l Os artistas “made in France” online. appeared first on What The France.

  • WOMEX 21 | a playlist !
    by Marie-Sophie Administrateur on 19/10/2021 at 08:00

    A Womex Worldwide Music Expo  é o maior evento mundial do comércio musical e realiza-se este ano no Porto, Portugal, durante de cinco dias. É a maior conferência para a cena musical mundial, com uma feira, conferências, filmes e showcases. Mais de 2.500 profissionais (incluindo 260 artistas) de 90 países reúnem-se todos os anos em Outubro, fazendo da Womex não só a plataforma de rede da indústria musical líder mundial, mas também o mais diversificado encontro de música do mundo. O seu espectro musical é inigualável no mercado internacional do entretenimento, desde o mais tradicional ao mais recente vanguardismo, abrangendo o folclore, o jazz, as culturas locais e da diáspora, bem como os sons urbanos e electrónicos de todo o mundo. Durante os cinco dias do Womex no Porto, são esperados mais de 260 artistas de todos os continentes, cerca de 520 labels e distribuidores, quatrocentas instituições governamentais e educativas, 800 agentes, mais de 610 gestores e 300 produtores, aos quais se juntam cerca de 1.250 empresas de mais de 50 países. Womex inclui também 7 palcos, cerca de 700 empresas expositoras, mais de 100 oradores, filmes, um concerto de abertura e uma cerimónia de entrega de prémios. https://www.youtube.com/watch?v=EpdIq1cojbA&t=6s O Womex pretende apoiar e reforçar o papel da cultura em todo o mundo e divulgar os seus valores, encorajando e promovendo a criatividade e a arte. Esta nova edição no Porto será importante para a reorganização do mundo da música na era pós-Covid-19, onde tudo se desmanchou. O evento deverá reactivar os contactos, olhar para o futuro e reavivar as carreiras dos artistas. As duas últimas edições do Womex tiveram lugar respectivamente em 2020, em Budapeste (Hungria) e em 2019, em Tampere (Finlândia). Descubra os 12 artistas "made in France" apresentados nos concertos do Womex no Porto através da nossa playlist What The France [wtfplaylist id="33199"] La Perla (Colombie), booking Vuelta Music Lova Lova (RDC/France), booking Mad Minute Music Scúru Fitchádu (Cap Vert/Portugal), booking Wax Booking Lucas Santtana (Brésil), booking Tour Makers / label No Format ! Lúcia de Carvalho (Angola/France), booking Zamora Productions / label Zamora Label Cimafunk (Cuba), booking Caramba/Planet'A Ghetto Kumbé (Colombie), booking Dérapage Prod Manou Gallo (Côte d’Ivoire/Belgique), booking Blue Line Pongo (Angola/Portugal) booking Ausblick Live - Toolbox Booking / label Capitaine Plouf Naïssam Jalal & Rhythms of Resistance (Syrie/France), booking Tour'n'sol / label Les couleurs du son Bab B'Luz (Maroc/France), booking Wax booking Asna (Côte d'Ivoire/Senegal/France), label Blanc Manioc Atine (Iran / Palestine / France) The post WOMEX 21 | a playlist ! appeared first on What The France.

  • Vitalic | Lançamento do quinto álbum “DISSIDÆNCE (Episódio 1)
    by Stagiaire 1 Berlin on 16/10/2021 at 08:21

    O quinto álbum de Vitalic foi lançado ontem. O produtor techno é um dos representantes mais influentes da French Touch e gosta de misturar techno, rock, discoteca, pop e punk. Os seus concertos eletrizantes bordejam o psicadélico e estão cheios de efeitos digitais e lasers de cortar a respiração. O público de um concerto de Vitalic acaba ao mesmo tempo extasiado e deslumbrado.  Em DISSIDÆNCE (Episódio 1), Vitalic regressa às raízes da sua identidade sónica e exprime mais uma vez a sua paixão pela música de dança. Com faixas cheias de sexo e suor mas também notas românticas e atmosféricas, ele traduz a raiva social e política da pandemia global e traz-nos de volta à terra com um toque suave. Uma homenagem à festa, que de momento está em espera mas que acabará por se erguer das suas cinzas para brilhar novamente em toda a sua glória frenética. O álbum de Vitalic começa com "Haute Definition", uma faixa disco-electrónica, com um toque mais duro. O álbum passa então para "Rave Against The System", um hit brutal e poderoso cuja atmosfera electro-punk dá o tom. https://youtu.be/D1z9Ov32vHU O "Boomer OK" é um verdadeiro banho de suor em tecno duro e intransigente. O energético "Carbonized" encanta com os seus loucos efeitos electrónicos, enquanto o hino de transe diabólico "Cosmic Renegade" recorda o melhor do Jam & Spoon e da techno alemã dos anos 90 por extensão. Vitalic ataca mais notas românticas sobre  "Lost Time", quase inteiramente atmosférico e sem ritmo. O sublime "Danse Avec Moi" destila perfeitamente a pop electrónica dos anos 80. "14 AM" começa como uma homenagem ao "O Superman" de Laurie Anderson antes de se transformar num coro electrónico infuso com EBM.   Enquanto Vitalic afirma que a segunda prestação de Dissidænce será mais hardcore, o Episódio 1 é uma espécie de resumo concentrado dos seus pontos fortes ao longo dos últimos vinte anos, desde as faixas obscuras, que giram à cabeça, até às canções de amor com toque de sintetizador para um dia de Verão. Enquanto espera pelo episódio 2, não hesite em assistir à nossa entrevista "Once Upon A Track" com Vitalic na sua icónica faixa "La Rock 01"! https://youtu.be/bRaR8Zq0e90 [wtfplaylist id="22964"] The post Vitalic | Lançamento do quinto álbum “DISSIDÆNCE (Episódio 1) appeared first on What The France.

  • Baja Frecuencia | “Sudamericat”, um EP dedicado aos ritmos latino-americanos
    by Marie-Sophie Administrateur on 12/10/2021 at 08:00

    A dupla francesa Baja Frecuencia mistura ritmos tradicionais latino-americanos com cânticos de acapella jamaicanos nas suas canções, que se fundem com um fundo de trap enérgico. Após o lançamento do EP Catzilla (2017), seguido do álbum Hot Kats (2019), que foi acompanhado por uma digressão pela Colômbia e Argentina, Baja Frecuencia está de volta com um novo EP, Sudamericat, disponível a partir de 15 de Outubro, que gira em torno de um copo de fernet ou aguardiente (dependendo da região da América Latina) e apresenta muitos artistas locais. https://www.youtube.com/watch?v=AwkxYjQibaY Eles explicam que a ideia de reunir estas colaborações exclusivamente latino-americanas num único álbum nasceu durante a sua digressão em 2019. Mas dois anos mais tarde e enquanto a crise sanitária perturbou a realização deste projecto, a dupla orgulha-se de que o EP possa finalmente ser ouvido pelo seu público. Ao longo das 6 faixas que esta obra contém, produzidas pelo label francês Chinese Man, encontramos nomeadamente colaborações com artistas como os Colombiens Frank Takuma et Kimbaya Ripuff ou os Argentins Faauna e Chocolate Remix. [wtfplaylist id="22981"] The post Baja Frecuencia | “Sudamericat”, um EP dedicado aos ritmos latino-americanos appeared first on What The France.

  • Kids Return | Tour e álbum de estreia anunciados para Março de 2022 !
    by Marie-Sophie Administrateur on 11/10/2021 at 11:12

    A dupla Kids Return  irá percorrer a Europa e a América do Norte até Junho de 2022. Um álbum de estreia, gravado para o label da editora e produtora francesa À Gauche de la Lune foi também anunciado para Março de 2022.  [embed]https://youtu.be/anJmf6ZcdBw[/embed] Kids Return é antes de tudo uma grande história de amizade entre Adrien Rozé e Clément Savoye desde a infância. Foi em Paris, com a idade de 13 anos, que os dois músicos se encontraram. Tal como o filme do realizador japonês Takeshi Kitano do qual tira o seu nome, o projecto da dupla francesa fala-nos da profundidade contida na falsa ingenuidade da infância, e do poder evocativo da nostalgia quando esbate a linha entre a alegria e a tristeza.   O som dos Kids Return está algures entre o pop californiano dos Mamas and the Papas, as orquestrações de Vladimir Cosma e a modéstia das bandas sonoras de Joe Hisaishi. Inspira-se da energia do Blur e as harmonias vocais da MGMT, enquanto revisita estas influências anglo-saxónicas com a precisão e delicadeza dos arranjos de uma banda como Air. O resultado é uma melodia romântica e melancólica, um laboratório de emoções que pode ser pensado em imagens. Depois de entregar o seu primeiro single em Abril de 2021, "Melody", os Kids Return lançaram a faixa "Our Love" a 30 de Junho. [wtfplaylist id="22965"] Descubra as datas do tour The post Kids Return | Tour e álbum de estreia anunciados para Março de 2022 ! appeared first on What The France.

  • Zandari Festa (잔다리페스타) | 10 October 2021
    by Marie-Sophie Administrateur on 08/10/2021 at 08:00

    O Zandari Festa é o maior festival de showcases na Coreia e um evento importante para a cena independente na Ásia. A sua décima edição será uma grande festa em Seul a 10 de Outubro de 2021, com 10 bandas coreanas e 10 internacionais a actuarem através de vídeo e a transmitirem na plataforma NAVER NOW. Para a ocasião, a artista Fléche Love  representará a França, ouça aqui   Flèche Love Flèche Love, cujo verdadeiro nome é Amina Cadelli, cura as suas feridas através das poderosas canções que ela escreve, compõe e produz. Cantando tanto em inglês como em espanhol, gosta de levar o seu público a um estranho e trovejante universo visual através de elementos culturais tais como quimonos japoneses, jóias orientais ou tatuagens berberes tradicionais e protectoras, que utiliza para contar a sua história, a sua imaginação e a sua busca incessante pela espiritualidade. "Arrow Love é uma versão melhor de mim", diz ela. Entre sombra e luz, alma electrónica e R'n'B futurista, Oeste, Leste e América Latina, Flèche Love está a desenhar o seu rumo.   https://www.youtube.com/watch?v=QhgCFZYSbuM [wtfplaylist id="22978"] The post Zandari Festa (잔다리페스타) | 10 October 2021 appeared first on What The France.

  • Birds on a Wire I Novo single « Filhos de Gandhi »
    by Marie-Sophie Administrateur on 07/10/2021 at 08:00

    Rosemary Standley e Dom La Nena, duas figuras livres da cena musical francesa, uniram forças no grupo Birds on a Wire para executar covers com uma vasta gama de estilos. Mais conhecida como a vocalista principal da banda Moriarty, Rosemary Standley tem uma das vozes mais notáveis da cena contemporânea. Dom La Nena é uma cantora e violoncelista que se estabeleceu como uma cantora e compositora de referência. Apaixonadas por aventuras atípicas, deram à luz em 2012 a Birds on a Wire para realizar uma colecção muito ecléctica de covers como duo. Após o lançamento de um primeiro álbum epónimo em 2014, que vendeu 25.000 cópias, a Birds on a Wire entregou então uma segunda obra em 2020, intitulada "Ramages", composta por covers de Pink Floyd, Gilberto Gil, Leonard Cohen e Jacques Brel. Uma viagem musical renovada, em todas as línguas, rica em beleza e emoção, que seduziu um grande público internacional e acumulou vários milhões de fluxos em plataformas. Tal como no seu álbum anterior, Rosemary Standley e Dom La Nena não escolheram estas canções por acaso. Escolheram-nas das suas respectivas memórias de infância, favorecendo canções que os seus pais ouviam e que tiveram impacto sobre elas. Rosemary Standley reivindica o direito de lhes dar uma nova leitura, explorando todos os géneros musicais: "É preciso atrever-se a ser irreverente com o original para reinterpretar bem uma canção". As duas artistas acabam de lançar um novo single, "Filhos de Gandhi", uma cover de um clássico de Gilberto Gil e Jorge Ben Jor lançado em 1975. Esta canção, que há muito tempo actuam em palco, é uma homenagem pessoal às raízes brasileiras de Dom la Nena. A versão de Birds on a Wire oferece uma progressão subtil ao longo da faixa, embalando-nos numa terna e jovial bondade. https://www.youtube.com/watch?v=NhheXz1d5LQ À medida que as harmonias se tornam mais complexas, os instrumentos desdobram-se, tecendo uma ligação invisível entre a América do Sul e a Índia, no centro da história desta faixa. [wtfplaylist id="22981"] The post Birds on a Wire I Novo single « Filhos de Gandhi » appeared first on What The France.

CARREGAR MAIS

Especial 14 de julho / A playlist revolucionária de What The France!

Todos os anos, em 14 de julho, é comemorada a Queda da Bastilha, acontecimento que marcou o início da Revolução Francesa em 1789. Para além de seu aspecto político, a Revolução Francesa também contou fortemente com as artes para difundir suas ideias e a música foi o veículo escolhido para atingir este objetivo.

What the France selecionou para você uma antologia destas canções de protesto desde a Revolução Francesa até os dias atuais, incluindo a Comuna, a Segunda Guerra Mundial e a Guerra da Indochina, mas também inspiradas por lutas históricas sociais ou políticas, bem como canções anti-militares.

Confira em outras plataformas